Trigger Points ou Pontos Gatilho


Os Trigger points/pontos gatilhos são dores relacionadas a um músculo esquelético ou fáscia muscular, dolorosa e irritável ao toque. Não é causada por lesão, inflamação, trauma, neoplasia, degeneração ou infecção. Ele pode ser sentido como um pequeno nódulo, de díficil percepção ao toque ou não. Pode ocorrer uma contração na estimulação do trigger point/ponto gatilho.


É utilizado uma pressão no trigger point, que irá irradiar dor pelo músculo específico que foi realizado. A dor irradia a partir do ponto local, para áreas mais amplas, muitas vezes distantes do ponto de origem.


O Trigger Point é um tema de controvérsia, pois não possui dados suficientes para informar uma compreensão científica totalmente certa do fenômeno. Então, a aceitação formal dos "nós" miofasciais é identificada como dor. No entanto, conseguimos fornecer uma solução que pode ser usada para ajudar a resolver dores músculo esqueléticas.


Pressão em um ponto de gatilho pode provocar sensibilidade local, irradiação de dor ou contração local. A resposta de contração local não é a mesma coisa que espasmo muscular. O espasmo muscular refere-se a todo o músculo se contraindo, entretanto, a resposta de contração local também se refere a todo o músculo, porém apenas uma pequena contração.


O que acontece? Ativação de pontos de gatilho pode ser causada por uma série de fatores, incluindo: sobrecarga muscular aguda ou crônica, ativação por outros pontos de gatilho (satélite), doença, problemas psicológicos, estresses, desequilíbrios homeostáticos e traumas diretos.


Os trigger points se formam apenas em músculos. Ocorre uma contração local, em um pequeno número de fibras musculares de um músculo. Estes, por sua vez, podem irradiar em tendões e ligamentos associados com o músculo, podendo causar dor profunda dentro de uma articulação onde não existem músculos. Uma das hipóteses para o aparecimento dos pontos gatilhos é a partir da liberação excessiva de acetilcolina, que ocorrerá a despolarização das fibras musculares no local do trigger point. O ponto de gatilho tem uma composição bioquímica anormal com elevadas concentrações de acetilcolina, noradrenalina e serotonina e um pH mais baixo. Essas concentrações bioquímicas no músculo irão comprimir algumas irrigações sanguíneas locais, restringindo as necessidades energéticas da região. Com pouco suporte de energia, produzirá substâncias que interagem com alguns nocioceptores (receptores de dor) que atravessam na região local, produzindo dor localizada dentro do músculo. Estes pontos de dor nos músculos foram mapeados para permitir a identificação mais fácil do trigger point. Muitos pontos de gatilho têm padrões de dor que se sobrepõem, e alguns criam relações cíclicas que precisam ser tratados extensivamente para serem eliminados.


Tratamento: Os terapeutas podem usar técnicas, como: pressão profunda, massagem e alongamentos. Profissionais podem usar os cotovelos, ou outras ferramentas para pressão direta sobre o ponto de gatilho, para evitar o uso excessivo de suas mãos e evitar lesões ao terapeuta. Um tratamento bem sucedido depende da identificação dos pontos de gatilho e conseguir desativa-los. Todos os pontos de gatilho devem ser desativados, pressionando, massageando e alongando de forma passiva e/ou ativa. A fascia dos músculos que rodeiam a área afetada também devem ser tratados para resolver padrões de tensão, realizando a liberação miofascial, caso contrário, os pontos de gatilho podem ter chances de voltar a desenvolver e causar dor. Os resultados da terapia manual estão relacionados com o nível de habilidade do terapeuta. Se os pontos gatilho são pressionados em um tempo muito curto, eles podem ativar ou permanecer ativo. Se for longo, pode irritar o músculo, resultando em dor. Também podem aparecer hematomas, que duram de 1-3 dias após o tratamento. A dor relatada pelo paciente pode ser semelhante a dor muscular, a dor sentida dias após exercícios físicos. Ela também é comum depois de uma massagem, quando utilizado a pressão sobre os pontos gatilho ativos despercebidos.


Pontos gatilho